A maior parte dos países foi surpreendida com uma nova pandemia que bloqueou muitos serviços presenciais, inclusive no Brasil. A pandemia do novo coronavírus (Covid-19), impactou muitos serviços, inclusive o de saúde.

Chegada em março, o vírus se espalhou por diversos estados brasileiros, superlotando não só a rede pública, mas a rede privada também.

 

GARANTA O SEU DESCONTO NO REAJUSTE DE 2021

Desta forma, em agosto de 2020, a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), suspendeu os reajustes dos planos de saúde contando a partir de setembro e encerrando em 31 de dezembro de 2020, mas em 19 de novembro de 2020 já foram definidas as ordens para a retomada da cobrança.

O órgão determinou que as cobranças não realizadas em 2020 serão diluídas em 12 parcelas consecutivas ou iguais nas mensalidades dos boletos dos planos empresariais, individuais e coletivos por adesão.

  • No plano empresarial, o reajuste será definido da forma que está previsto em contrato;
  • No plano individual, o reajuste será de 8,14%;
  • No plano coletivo por adesão, o reajuste será definido da forma que está previsto em contrato

Confira nos links abaixo como funcionarão os reajustes, de acordo com seu tipo de plano: